Juniores: Derrota com o Sporting não afasta grande época

Num jogo carregado de emoção a equipa do Rio Ave Futebol Clube acabou derrotada por 2-3 frente ao Sporting CP. No final a desilusão era grande, pois a equipa ficou, com este resultado, mais longe das contas do titulo.

O começo de jogo levantou os ânimos vilacondenses, apesar da chuva que caia no Centro de Treinos e Formação. A equipa liderada por Pedro Cunha entrou bem, comprometida com o objetivo e chegou à vantagem num lance de bola parada. Canto na esquerda batido por Óscar e Letras aparece no coração da área a cabecear para dentro da baliza.

Estava feito o primeiro, estava assegurada a vantagem até ao intervalo. O começo da segunda parte trouxe duas boas oportunidades aos rioavistas, mas nenhuma concretizada com sucesso.

Os jogadores do Sporting iniciaram então a busca pelo golo, e valendo-se da clara e evidente superioridade física chegaram à vantagem em dois lances de bola parada. Antes da retomada vilacondense, os de Lisboa conseguiram ainda fazer o terceiro da partida.

Nos minutos finais, depois das mexidas de Pedro Cunha, a equipa voltou a usar a garra e ambição que tanto a caracteriza e iniciou um período em que encostou o adversário à sua área. Numa subida de Tiago André à área o Rio Ave FC acaba por fazer o segundo e reduzir a desvantagem.

Juntos, equipa e adeptos, procuraram até ao último segundo chegar ao golo da igualdade, mas o resultado final já estava definido, 2-3.

O Rio Ave Futebol Clube mantém assim os 20 pontos, menos 5 que o líder, quando estão apenas 6 ainda em disputa. No final do encontro o treinador, Pedro Cunha, fez a análise da partida:Análise do treinador do Rio Ave FC – Pedro Cunha

Pedro Cunha alinhou com: Carlos Alves, Óscar, Filipe Almeida, Tiago Letras, Tiago André, Bruno Pacheco (Garba, 81′), Mário, Sena (Leitão, 69′), Pedro Matos (Diogo Almeida, 73′), Jaime Pinto e Manuel Namora.