“Só pensamos em vencer”

A essência do jogo com o Vitória de Setubal não se esgota na importância de uma vitória mas também no materializar do bom trabalho realizado e no pôr em prática a confiança que o treinador Daniel Ramos sente no grupo.

Para Daniel Ramos, nada importa ou significa pretensas crises ou perturbações vividas pela equipa que nos visita, porque a abordagem ao jogo é feita pelo potencial do Vitória. E a tarefa não se adivinha fácil porque o adversário tem muito valor e opta por uma postura positiva e atacante nas partidas.

Sobre o mercado, Daniel Ramos deixa um desabafo ao afirmar que o seu desejo era de que este período fosse mais curto e menos incisivo, garantindo maior estabilidade emocional e produtiva aos jogadores, treinadores e dirigentes.