Paquito: “Estamos a manter um excelente nível”

 

Primeiro lugar do Campeonato Distrital de Sub-13, quarenta e três pontos obtidos, quarenta e oito golos marcados e apenas quatro sofridos, nenhuma derota em dezassete jogos são alguns dos dados que revelam bem a excelente temporada que tem vindo a ser realizada pela equipa de Infantis.

O conjunto rioavista é lider isolado da prova e defronta o FC Pedroso no próximo sábado, pelas 15horas, partida da 18.ª jornada.

Estivemos à conversa com Paquito, treinador do plantel de Vila do Conde, que nos explicou os segredos de sucesso da equipa que lidera.

RAFC: Qual a estrutura da equipa de Infantis?
Paquito: A base da equipa resulta de jogadores que já estavam connosco na época passada, nomeadamente na categoria de Sub-12, aos quais acresceram jogadores oriundos da equipa do Bragança, atletas das provas de interfreguesias e outros se apresentaram ao Clube. O grupo em si é formado essencialmente por jogadores da casa.

RIO AVE FC: Quais as preocupações iniciais na preparação do campeonato?
Paquito: Sabemos que o Campeonato de Infantis é difícil mas desde início que sabíamos perfeitamente o que queríamos. O princípio de todo o trabalho prende-se com colocar a equipa a jogar pois os atletas necessitam de fazer a transição de futebol de sete para o de onze, o que exige uma difícil adaptação às posições que pretendemos.

RAFC: É ainda necessário integrar os novos jogadores…

Paquito: Sim, é muito importante apoiar a adaptação de atletas que não estavam anteriormente no Clube. Tivemos ainda a sorte de contar com o regresso do Telmo, sendo que este ainda trouxe colegas de equipas que se adaptaram muito melhor. Com esta fórmula chegamos a uma equipa melhor do que as de outras épocas.

RAFC: Esperava este desempenho da equipa rioavista?

Paquito: Quando começamos a época e com a chegada dos jogos de preparação, percebemos que a equipa era diferente e com muita qualidade. Os jogadores já sabiam, por exemplo, estar em campo. Este fato tornou o nosso trabalho mais fácil. No entanto não esperava um arranque tão bom porque habitualmente as equipas começam mal o campeonato e só na segunda volta se comportam melhor. Felizmente estamos a manter um excelente nível.

RAFC: Qual ou quais os segredos deste conjunto?

Paquito: O que digo continuamente é que o Rio Ave FC é acima de tudo formação e não resultados. Felizmente temos conseguido aliar ambos os factores. Tento incutir nos jogadores a noção de que o nosso Clube joga sempre para vencer independentemente a qualidade que seja atribuída ao adversário. Um jogador que entre em campo a pensar em empatar está perto da derrota do que da vitória. Queremos formar mas se em simultâneo obtivermos resultados melhor ainda.

RAFC: Nestas idades é fácil conter possíveis elevados níveis de entusiasmo?
Paquito: Digo aos nossos jogadores, em todos os jogos, que não estamos em primeiro por sorte mas por mérito. A equipa tem trabalhado imenso, treinamos bem. É nisso que quero que os jogadores pensem: trabalhar para ganhar. Ate ao momento não conhecemos o sabor da derrota, mas há-de vir o dia em que isso vai acontecer e não quero ver os jogadores desmoralizados. Se o adversário for melhor cabe-nos dar os parabéns.

RAFC: Perspetivas que a equipa mantenha o mesmo nesta segunda volta?

Paquito: Eu julgo que a equipa vai se manter num bom nível até porque a tendência é para a equipa crescer. Temos é de ter em conta que as outras equipas também estão em evolução ascendente.

RAFC: O Rio Ave FC defronta o FC Pedroso no próximo sábado. Qual o grau de dificuldade desta partida?
Paquito: Eu digo que temos sempre de entrar em campo a respeitar o adversário, seja o último ou o primeiro, dar o nosso máximo e procurar a vitória. Sei que nos espera um jogo difícil até por se tratar de um campo pelado. Nós treinamos sempre em sintético mas nos dois jogos em que jogamos no pelado a equipa ate conseguiu se adaptar e comportou-se bem.

Embarque Rumo À Vitória!