MAQ26067MAQ26146MAQ26218MAQ26067MAQ26146MDSC_0946MDSC_0962MDSC_1197MDSC_1606MDSC_1638MDSC_1725MDSC_1758MDSC_1765MDSC_1912MDSC_2236MDSC_2243MDSC_2308MDSC_2350MDSC_2655MDSC_3100MDSC_3242
<
>

“Se fosse para casa com um empate ficaria triste”

A frase é do treinador do Rio Ave FC perante o que a equipa fez o longo dos 90 minutos.

E não saímos com a vitória porque encontramos um adversário que renunciou praticamente ao ataque, que passou mais de 90% do jogo com 11 jogadores atrás da linha da bola, com bloco baixo e postura defensiva.

O Boavista teve no seu guarda-redes o seu melhor elemento e  mesmo com mais um elemento em campo não abdicou da postura defensiva, procurando o contra ataque e parando o jogo sempre que possível.

Falta de eficácia da nossa equipa mas muito por culpa de Bracali, como mostra o resumo abaixo:

Nota de realce para a expulsão de Filipe Augusto, por segundo amarelo, nesta falta… ficam apenas as imagens por serem suficientes (ou não) para tentar perceber o porquê do amarelo, ou da falta sequer:

 

Sair com uma derrota do Bessa é demasiado penalizado para quem dominou, jogou perante um adversário que teve a sorte de ter um penalti a favor e o concretizar.