Sub-23: Vitória por 3-1 deixa Rio Ave FC na liderança

Foi desta que o Rio Ave FC conseguiu vencer a formação do SC Braga para a Liga Revelação. Ao quarto jogo entre estas duas equipas, o Rio Ave FC venceu por 3-1 e subiu à liderança da competição ainda que à condição.

O encontro começou com um minuto de silêncio em memória de Sandra Pinto, mãe de David Veiga, jogador do SC Braga. Os jogadores do Rio Ave FC entraram em campo com camisolas com uma mensagem de apoio ao atleta bracarense neste momento difícil.

O jogo não começou da melhor maneira para o Rio Ave FC, que viu o SC Braga a chegar ao golo (aos 10 minutos) através de Manuel Namora após desentendimento entre Kelechi e Bianchi. A equipa liderada por Pedro Cunha mostrou mais uma vez que não se deixa abalar com um golo sofrido e apresentou uma resposta de campeão. Oito minutos após o golo bracarense, na sequência de um canto batido por Vitó, Costinha cabeceou na área para colocar novamente o jogo empatado.

Motivados pelo golo e pelo bom futebol praticado, o Rio Ave FC continuou à procura da vantagem na partida, que apareceu ao minuto 21, através de Schutte. O avançado rioavista estava de pé quente e ainda na primeira parte, bisa na partida com um remate indefensável dentro da área. O intervalo chegava com o 1-3 no marcador.

Na segunda metade, o Rio Ave FC controlou a partida e apesar das tentativas do SC Braga de chegar à baliza de Carlos Alves, o resultado não se alterou.

Faltam três “finais” para a nossa equipa na Liga Revelação, que neste momento estão na liderança do campeonato, à condição. Na próxima jornada, o Rio Ave FC desloca-se ao terreno do CD Aves.

FICHA DE JOGO:

Carlos Alves, Costinha, Kelechi John. Diogo Bianchi (Filipe Almeida 62′), Tiago André, Martim Maia, Zé Domingos, Vitó (C) (Rúben Gonçalves 82′), André Schutte (José Postiga 82′), Joca (Diogo Teixeira 68′) e Jaime Pinto.
Suplentes não utilizados: Vítor Luiz, João Pedro, Hélder Sousa, Landry Manga e André Silva
Treinador: Pedro Cunha
Disciplina: Cartão amarelo a Diogo Bianchi (47′), a Vitó (58′) e a Zé Domingos (65′)

Golos: 1-0 Namora, (10′); 1-1 Costinha (18′); 1-2 André Schutte (21′); 1-3 André Schutte (32′);